Contato: 21 3496 7856.

6 mar 2015

As 3 principais desculpas que te distanciam do sucesso

Há um mês atrás, durante uma sessão de mentoria com um brasileiro que deseja voltar ao Brasil após 5 anos trabalhando em uma multinacional americana, fui indagado sobre a minha opinião a respeito de qual é o principal inimigo do empreendedor brasileiro. Ele me listou fatores como burocracias, escassez de capital privado e mão-de-obra, e até a aversão do brasileiro ao risco. Minha resposta? O mindset do empreendedor brasileiro.

É claro que os fatores citados acima existem e dificultam o desenvolvimento das empresas, mas não podem ser um empecilho na vida do empreendedor. O mindset do emprendedor brasileiro ainda é repleto de pensamentos como “não posso te falar minha ideia antes de assinar um NDA (Non-disclosure agreement – Termo de Confidencialidade)”, ou “será que consigo ficar rico em 2 anos?”. Contudo, gostaria de focar hoje no fator “desculpa”.  Esse é o grande mal que todo empreendedor brasileiro se apoia quando sabe que não vai entregar o que foi combinado, pois é muito mais fácil colocar a culpa nos outros, ou até mesmo no investidor que não quis investir no “super” projeto que não tem sequer um modelo de negócios, do que assumir o próprio erro.

Portanto, para mim existem dois tipos de pessoas:

1) Quem faz

2) Quem dá desculpas

Inclusive, foi pensando nisso que na 21212 criamos o indicador “bullshit”, que indica a quantidade de desculpas que os empreendedores nos dão ao longo do processo de aceleração.

Abaixo, destaco as 3 principais desculpas que ouvimos nos últimos quatro anos:

  1. “Eu não tenho tempo”

Todo mundo tem as mesmas 24 horas por dia. A diferença é que existem pessoas que sabem otimizar ao máximo o tempo que têm, definem prioridades para o dia e usam o próprio time a favor.

Na maior parte das vezes o empreendedor que reclama do tempo é quem centraliza todas as atividades da empresa, não define as prioridades à curto, médio e longo prazo e, por último, adora “abraçar o mundo” e não ter foco.

  1.   “Eu preciso de dinheiro para começar meu negócio”

Meu ponto aqui é: Hoje, no ecossistema digital brasileiro, já é possível ter acesso à soluções digitais como email marketing, hospedagem na nuvem, CRM, entre outras tantas soluções de graça. Além disso, existem dezenas de entidades públicas e privadas que oferecem apoio através de espaço de share office, investimento à fundo perdido e acesso à contadores e advogados. Então, qual a real necessidade de investimento para começar a sua empresa nesse caso?

Para mim, ou essa é mais uma desculpa do empreendedor, ou a infeliz esperança de que vai colocar algum dinheiro no bolso à curto prazo com o investimento levantado para sua startup. Encare a realidade, começe enxuto e pense a longo prazo!

 

Obs: Nesse item, considerei o caso de mais de 90% dos perfis de empresas digitais que nos deparamos diariamente, ou seja, software only, CAPEX quase nulo e despesas mensais insignificantes.

  1.      “É muito tarde para mim… já existem outras empresas que fazem isso”

Quando o Jack Ma iniciou as operações do Alibaba, a eBay já era um gigante mundial. O Facebook não foi a primeira rede social criada. O LinkedIn não foi a primeira rede social profissional e o Google não foi a primeira a lançar a plataforma de busca online.

Preciso falar mais alguma coisa?

Por último, vale lembrar a história clichê, porém, importante, que o Steve Jobs costumava contar para seu staff.  Ele citou que as caixas do seu escritório estavam sempre cheias. Em um determinado dia, Jobs perguntou ao seu zelador o que estava acontecendo e por que elas não estavam sendo esvaziadas. Prontamente, o zelador explicou que a fechadura da porta tinha sido mudada e ele não podia limpar pois não tinha a chave. Não era bem a resposta que ele esperava, mas, pelo menos, o zelador tinha um bom motivo. Logo depois, Jobs explicou para sua equipe que quando você é o zelador, as desculpas fazem algum sentido e são plausíveis, mas quando você é um empreendedor as razões e desculpas param de importar.

No final das contas sabe de quem é toda a culpa? Do primeiro empreendedor que foi lá e fez. Agora é sua vez de parar de dar desculpas e fazer valer a pena o risco que está tomando.

“Risk comes from not knowing what you’re doing”

Warren Buffet

 

Comentários

INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Tenha acesso a todo conteúdo gratuito da 21212 Academy