Contato: 21 3496 7856.

27 mar 2015

50 tons de bom senso que todo empreendedor deveria ter

/

Caro leitor, antes que fique desapontado, essa não é uma crônica sobre o romance “50 tons de cinza”. A pessoa que vos escreve sequer leu a obra ou viu o filme. Neste texto, meu objetivo é discutir sobre falsas premissas que muitas vezes são tidas como verdades absolutas no mundo empreendedor. E não… não são 50.

Empreender não é ciência, é arte. É claro que existem diversas metodologias bastante úteis (muitas que já são ensinadas pela 21212 Academy) para testar e validar hipóteses, desenvolver produtos, escalar negócios e etc. No entanto, não existe fórmula secreta para o bolo crescer instantaneamente.  Não tem preto nem branco.

Fazendo uma análise sobre as mais de 40 empresas que já passaram pela 21212 nos últimos 4 anos, decidimos dividi-las em dois grupos:

1) As que seguiram a metodologia proposta

2) As que NÃO seguiram a metodologia proposta

O resultado, apesar de não ter sido surpreendente, não deixou de ser impressionante:

– 100% das empresas que não seguiram a metodologia não conseguiram ter sucesso pelas mais diferentes razões (empreendedores desistiram no meio do caminho, o produto não conseguiu encontrar seu market fit, etc);

– 100% das empresas que performaram, ou seja, as que obtiveram expressivos resultados de crescimento e/ou receberam aporte seguiram a metodologia proposta;

Obviamente, nem todas as empresas que seguiram a metodologia tiveram resultados de alto potencial. Como eu disse acima, não existe fórmula mágica. Mas existem métodos e boas práticas que facilitam (e muito!) o caminho do empreendedor a alcançar o sucesso. Caso o empreendedor não siga esses ensinamentos, a probabilidade dele crescer com a empresa fica entre zero e a sorte de ganhar na Mega Sena.

Vivemos em um mundo onde o acesso a informação nunca foi tão fácil. Estamos sempre a um clique de distância de (quase) qualquer informação disponível no Google.  São tantas notícias, vídeos, conteúdos, tudo em tempo real, o que me faz refletir se não estamos vivendo a própria era da desinformação, onde as informações estão na nossa cara, mas temos dificuldade em saber como filtrar ou absorver tanto conteúdo.

E é exatamente aí, empreendedor, que você deve ter cautela. Cuidado ao ouvir as frases abaixo e tomá-las como verdades absolutas:

“É difícil ser empreendedor no Brasil. Para dar certo, você precisa sair um pouquinho da lei”. É difícil empreender mesmo no Brasil, poderia ser muito melhor, mas também não é impossível. Quantos empreendedores (de verdade) já desistiram de começar seu próprio negócio porque esbarraram nas primeiras dificuldades que apareceram? Na minha visão, concordo com a teoria de que empreender no Brasil é o mesmo que jogar num gramado cheio de buraco, onde a bola é quadrada, mas que ainda assim é possível fazer gol.

“O país vive uma crise econômica, esse é o pior momento para empreender, arranjar clientes e conseguir investimento”. Apesar de ser clichê, é na crise que várias oportunidades são criadas. Além disso, muitos ativos estão mais baratos, o que os torna mais atrativos para receberem investimento principalmente de fundos estrangeiros que tem como aliado a desvalorização do real.  O Nizan Guanaes tem uma ótima frase para isso: “Enquanto uns choram, eu vendo lenços”.

“Aquela empresa começou na garagem e, em 5 anos, todos os sócios ficaram bilionários. Isso também pode acontecer comigo”. Estatisticamente falando, provavelmente você não ficará bilionário só porque aconteceu com outra pessoa que também empreendeu. Não é possível copiar os contextos passados a partir de diferentes lugares, mercados e tempo achando que tudo vai acontecer da mesma forma. Se você está pensando em empreender só por causa do dinheiro rápido, é melhor você parar por aqui e assistir esse vídeo, pois existem outros tipos de emprego para ficar rico mais rápido. Empreendedores de alto impacto não tem como principal drive ficar rico e ganhar muito dinheiro, isto é consequência ao construir algo bem grande.

“Trabalhar em uma startup é mais legal porque ficamos jogando pingue-pongue, bebendo cerveja, não tem as chatices do mundo corporativo”. Não confunda liberdade com libertinagem, a flexibilidade é diretamente proporcional à responsabilidade. Muitas vezes, você precisa trabalhar até mais do que em outros lugares porque nem sempre existem job descriptions e processos bem definidos, fazendo com que você precise bater o escanteio e ir cabecear, pois não tem ninguém para fazer o gol.

Por fim, a única verdade absoluta sobre o mundo empreendedor que nunca vi ser refutada é: só é possível chegar longe através de muita consistência nas ações, estar comprometido com o trabalho duro e não desviar em nenhum momento o foco no crescimento.

Comentários

INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Tenha acesso a todo conteúdo gratuito da 21212 Academy