Contato: 21 3496 7856.

1 jun 2015

SEO para iniciantes

/

O que é SEO?

SEO é o diminutivo de Search Engine Optimization, que é uma otimização no processo de busca do seu website. Seria então um conjunto de técnicas que tem como principal objetivo tornar sites mais facilmente encontrados pelas plataformas de busca. Mas como assim? Simplesmente (pelo menos na teoria) trabalhando palavras-chave selecionadas no conteúdo do site de forma que este fique melhor posicionado nos resultados orgânicos.

O que são palavras-chave?

Para ficar mais fácil de entender o que vai ser dito daqui para frente, vamos falar um pouquinho sobre palavras-chave. Elas seriam palavras que descrevem o assunto de um texto, e são usadas pelas ferramentas de busca com o propósito de apresentar resultados relevantes e precisos. Ou seja: as Palavras-chave (Keywords, em Inglês) são aqueles termos que você insere em cada uma das páginas do seu site de forma que quando alguém estiver procurando por algo que você ofereça, as ferramentas de busca encontrem com maior facilidade. Imaginar as palavras-chave como sendo as hashtags que você usa no Twitter e no Instagram facilita a compreensão deste conceito.

O meu primeiro post aqui no blog da 21212 Academy te dá uma dica de 11 ferramentas para melhorar o SEO do seu site, e lá tem algumas que falam especificamente sobre palavras-chave, como selecionar as melhores, como descobrir o valor delas no caso de um Ads pago, entre outras coisas, vale a pena olhar. O mais importante sobre palavras-chave é: você deve ter uma palavra-chave por página. Essas palavras devem ter relação direta não só com o que está sendo dito em cada página, mas também com o conteúdo direto do seu site. Essa palavra-chave deve aparecer no corpo do seu texto não menos do que 3 vezes (se aparecer menos parece que a palavra selecionada não é tão relevante assim) e também não mais de 5 vezes (caso apareça massivamente o Google vai classificar como SPAM). Você deve tomar cuidado quanto ao posicionamento da sua palavra-chave no título da página, pois ela deve aparecer no início.

Por que SEO é tão importante?

Ok, como eu adoro viajar, vou dar exemplos a partir desse conceito. Depois de uma viagem de 5 horas, você chega em uma cidade ou em um país diferente, muito provavelmente morto de fome. O que você faz para encontrar um restaurante próximo? Como faz para descobrir o telefone do delivery? E para saber se esse restaurante é caro? A maneira mais rápida de você conseguir tais respostas sem encher o saco de ninguém com mil e uma perguntas é pegar o seu smartphone e perguntar ao querido Google. Ok, vamos ao Google e digitaremos lá “restaurante” e o endereço de onde estamos. O Google logo te dá uma lista com 70 mil páginas de resultados. Lembre-se que você está morrendo de fome, então vai analisar cada página ou vai clicar logo na primeira e rezar para ela atender a sua necessidade? Quando ela atende a sua necessidade, ótimo, você fecha o Google, abre o Maps e dá um jeito de chegar lá. Pronto, com esse exemplo fica bem claro a razão pela qual você deve ser a primeira opção a aparecer nas ferramentas de busca, né?

Sites de buscas, principalmente o Google, são a principal fonte de procura de informações por todos os tipos de usuários da internet. Aparecer ou não aparecer no Google pode ser a diferença entre o sucesso ou fracasso de uma empresa. Ainda tem gente que acha que SEO só é importante para empresas de e-commerce sendo que, se você reparar bem, o meu exemplo não é um e-commerce e é super plausível que aconteça em uma situação real.

Uma coisa sobre SEO que para mim é muito óbvia mas que toda vez que eu falo sobre as pessoas perguntam e indagam é o fato de que a distribuição de cliques em uma página de resultados do Google é extremamente desigual, só as primeiras páginas mostradas no topo da sua pesquisa são as páginas que recebem um volume considerável de acessos. Mais de 80% das pessoas não chegam a visitar a segunda página da busca. Eu, por exemplo, como sou impaciente, posso contar nos dedos quantas vezes eu visitei as outras páginas das minhas pesquisas. Se eu não conseguir achar o que busco, logo troco a frase de procura. Uma estatística surpreendente é que quase 60% dos cliques acontecem apenas nos três primeiros resultados.

É muito complicado fazer uma pessoa que não acredita em comunicação digital entender que o SEO é um processo muito importante para um site, uma vez que os resultados tendem a vir ao longo do tempo e, mesmo que você consiga colocar a sua página em primeiro lugar hoje, isso não significa que amanhã ela ainda estará lá, então é um trabalho que você tem que estar constantemente tomando conta para que dê tudo certo.

Por qual motivo só falam do Google?

O Google é a ferramenta de busca mais usada no mundo, então é ideal entendê-lo. As buscas nesse site são dividas entre resultados pagos e orgânicos (gratuitos). Quando você faz uma busca, os dois primeiros links do topo e os da lateral direita da sua tela são os resultados “pagos” ou seja, de sites que fizeram o Google Ads. O resto dos links são pesquisas orgânicas, coisas que tem a ver com a sua pesquisa e que ninguém pagou para o Google te mostrar.

O objetivo do Google é te dar o que você procura da maneira mais rápida possível. Para  identificar se a página fala sobre o que você está buscando são analisados: o título, os subtítulos, os textos, as legendas das imagens, entre outros. Tudo isso é comparado com as palavras buscadas, procurando assim reconhecer alguma relação.

Como é feita a classificação de páginas?

A classificação da sua página leva em conta muitos critérios como compartilhamento nas redes sociais, quanto tempo em média as pessoas ficam na sua página, se eles fazem algum tipo de ação dentro da sua página, entre outros, mas é legal ter em mente a importância da indicação por terceiros, em forma de links externos recebidos. Quanto mais links de sites com maior autoridade uma página tiver, maior a probabilidade dela alcançar as primeiras posições do Google. Veja que o Google não é bobo, ele entende quando você tem 50 indicações em um site pouco relevante ou 1 indicação em um site muito relevante, colocando em evidência as citações em sites relevantes, obviamente.

Uma maneira legal de começar a resolver esse problema é se relacionar tanto online quanto offline com pessoas. Há algumas semanas lançamos aqui no Blog a série Confissões de um Acelerador, escrita por Frederico Lacerda, sócio-fundador da 21212, e logo no primeiro post ele fala exatamente disso, sobre a importância de se relacionar, acho válido ler.

Suponha que você tenha um site de e-commerce de camisas gráficas. Faça um blog, veja se algum blogueiro com mais acessos que você quer escrever um post no seu blog, e você escreve um post no blog dele. Dessa maneira, os leitores dele vão conhecer o seu negócio e, em contrapartida, os seus leitores terão a oportunidade de conhecer mais alguém do meio e você consegue uma relação de ganho para ambos os lados. Essa estratégia é uma das variáveis do que conhecemos como Marketing Influenciador (Influencer Marketing, em Inglês).

Para a sua página ser melhor classificada, ela deve atender às demandas do Google. Muitas pessoas são penalizadas pelo Google quando vão otimizar o seu SEO porque acham “soluções milagrosas”. O Google, que não é burro nem nada, penaliza a página por estar justamente tentando burlar o esquema deles de busca. Mesmo que tenha apenas 17 anos, se levarmos em conta o nível de informação que ele já te deu, você sabe que ele é bem espertinho, né? Não tente enganá-lo.

Quem deve ficar responsável pelo SEO?

O trabalho do SEO é mais “marketeiro” do que qualquer outra coisa, uma vez que hoje em dia o que mais conta para um bom posicionamento nos sites de busca é medido principalmente pelos links e compartilhamentos em mídias sociais, seguido pelo quanto a página e o domínio usam as key-words desejadas. Porém, o primeiro passo para se ter um SEO decente é junto ao seu programador. Ele tem que apresentar o seu site para o Google da forma correta, mostrar para o Google como ele caminha pela sua página e mostrar que você existe né. Para isso é necessário o envio de um sitemap na Central do Webmaster e a correção dos erros lá apontados. É importante, na visão do Google, que as empresas possuam sites rápidos, estáveis, com códigos bem escritos e sem conteúdo duplicado. Além disso, o Google começou a penalizar no mês de abril sites que não tem uma boa versão mobile, ou seja, pegue no pé do seu programador e veja se todos esses pontos estão corretos.

Há algumas partes específicas de uma página que possuem maior peso na busca e merecem uma atenção especial. O título da sua página é uma delas. O título não é só título do artigo, é na verdade uma propriedade do código HTML, identificado através daquela frase que aparece em cima do navegador ou na página de resultados do Google. Em termos de SEO, o título é o elemento mais importante da página, ou seja, como eu já disse anteriormente, ele tem que ter a palavra-chave que você escolheu para o seu site e ela deve estar no início da frase. Porém, muitas vezes o título é ocupado por slogans ou frases que não descrevem bem a página e nem usam as palavras-chave importantes para o negócio. Como resultado, o Google pode não identificar a relação do seu site com esses termos. Procure descrever precisamente o que a página aborda. A quantidade de palavras também tem valor. Quanto menos palavras, maior a importância das mesmas. Recomenda-se um tamanho máximo de 63 caracteres. Essa é a quantia que costuma aparece no Google ao exibir os resultados de uma busca.

URL

Quanto a URL da sua página, adivinha o que eu tenho para dizer? Sim, ela também deve conter a sua palavra-chave. Além disso, não pode ser muito longa, e se o seu site gerar URLs com aqueles códigos monstruosos, pelo amor de Deus, edita antes de publicar sua página, coloque a URL de maneira que seja fácil de entender exatamente o que será abordado no texto, como por exemplo: http://nomedosite.com/assunto-da-página (pode dar uma olhada na URL desse post, para entender melhor. Só tome cuidado na hora de fazer landing pages, Por exemplo, se você colocar o endereço da sua página exatamente o que a pessoa digitaria no google, ele vai te punir e não vai mostrar sua página nas buscas. Ele entende essa estratégia como uma tentativa de burlar o sistema de busca deles. Páginas como http://www.otimizacao-de-seo.com.br por exemplo, não são bem vistas pelo nosso queridinho das buscas.

Conteúdo

Acho que falar sobre o conteúdo do texto apresentado na sua página é meio ridículo, né? Óbvio que deve apresentar um bom conteúdo, interessante e bem escrito. Outro ponto que não pode ser esquecido é que o ideal é que o seu texto não tenha menos de 300 palavras, mas se tiver um pouco menos não tem problema, agora menos de 150 palavras será mau interpretado pelo Google certamente, ou seja, nunca o faça.

Imagens

E as imagens no seu texto? Será que o Google entende elas também? Claro!!! Quando você publica uma imagem ao longo do seu texto, ou até mesmo a de divulgação, evite que o nome dela seja “foto1″ ou códigos malucos, coloque sempre a palavra-chave como nome da sua imagem. Além disso, no código HTML existe a opção de configurar um texto alternativo caso sua imagem não seja exibida. É o atributo “Alt” que aparece da seguinte forma no código <img src=”palavra-chave.gif” alt=”Palavra Chave”> se você usa o WordPress é só clicar na imagem com o botão direito, editar o nome do texto alternativo, e fique tranquilo porque esse texto alternativo não fica escrito na imagem nem no rodapé como uma legenda. (Quem me ensinou isso foi o entendido de “codiguinhos” Guilherme, designer da 21212.)

Meta Description

É importantíssimo você escrever um texto de “Meta Description” pois é o fragmento que aparecerá descrevendo o assunto nos sites de busca, mostrando ao usuário o assunto que a página aborda e convencendo a pessoa a clicar ou não na sua página. Essa meta description deve conter a palavra-chave, deve ser auto explicativa, simples de entender e deve conter 160 caracteres, pois os sites não utilizarão mais que isso.

Esses são os pontos mais básicos para a otimização da sua página. Quando você terminar tudo isso, vá até o site http://seositecheckup.com/, cole a URL da sua página e espere para ver as colocações dos resultados. É muito importante entender se você fez tudo certinho e saber se aquela página está com o SEO bom ou não.

Caso tenham qualquer dúvida em relação ao início do SEO do seu site, é só passar no Fórum 21212 Academy e deixar sua pergunta. Além disso, caso vocês queiram saber mais a fundo sobre qualquer assunto relacionado a isso, deixe também uma sugestão, pode ser o meu próximo post. :)

Ah, só mais uma dica: para quem costuma ficar perdido nesses termos utilizados no universo empreendedor, nós fizemos um Glossário com tudo o que você precisa saber para não ficar por fora. Dê uma olhadinha porque vale a pena!

Muito obrigada por ler até o final. :)

Até breve.

Isabelle.

 

Comentários

INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Tenha acesso a todo conteúdo gratuito da 21212 Academy